30 de abr de 2013

Ponto Barra/malha inglesa

Olá Pessoal!

Hoje vou explicar o ponto Barra inglesa, ou malha inglesa. Esse ponto alarga bastante, mas fica lindo em pullovers masculinos, também o utilizo bastante para cachecol, pois é reversível e fica com um volume bacana.



Barra/malha inglesa

Número par de pontos

1º carr. : Toda em meia
2º carr. e todas as outras: 1m, 1 ponto duplo* repete até terminar com 2 meias.


* O ponto duplo é realizado quando você trabalha o ponto da carreira anterior, ou seja, ao invés de colocar a agulha no ponto que está na agulha esquerda você coloca no "buraquinho" logo abaixo deste ponto.

Qualquer dúvida é só deixar um recado que tento explicar melhor.

Bons trabalhos pessoal!!!

Sí Puyo

25 de abr de 2013

Meias Toe-Up na agulha circular (As duas ao mesmo tempo)

Olá pessoal!

Estou animada pois consegui finalmente montar uma receita de meias que me agrade.

Sem mais delongas, minhas meias são Toe-Up (começadas pela ponta do pé), feitas em agulhas circulares, as duas ao mesmo tempo, com uma formula para ficarem certinhas no pé.

E aqui  vão as dicas:

Esse casting on (começo) é muito bom, mas meus pontos torcidos modificaram a ideia central que é um efeito lisinho na ponta, abaixo as fotos pra vocês entenderem melhor.

Aqui de frente, ficou muito achatado.

E aqui dá pra ver exatamente o que mencionei anteriormente, meus pontos torcidos causaram essa "linha" bem no meio.


Então encontrei este vídeo aqui. A forma como as técnicas são explicadas é ótima! O canal lança receitas gratuitas e técnicas passo-a-passo frequentemente, e até pra quem não entende inglês fica fácil, pois a qualidade de imagem é muito boa e o que está sendo ensinado e feito e refeito várias vezes, facilitando o acompanhamento.

Utilizei do vídeo acima toda a explicação da meia, inclusive a finalização, que já conheço faz muito tempo e é a minha predileta.

Porém fiz as duas meias ao mesmo tempo, só não trabalhei ambas quando fiz as diminuições para a ponta do pé e para o calcanhar, nessa fase uma ficou a espera da outra, até terminar a técnica de carreiras encurtadas e poder continuar o processo juntas.

Além disso, apliquei a formula que Amy Swenson criou e compartilha aqui. Com ela as meias ficam perfeitas no pé. Não tem erro.
As medidas são em polegadas, mas geralmente as fitas métricas vem com esse sistema de medidas em um dos lados, caso a tua não seja assim, basta saber que 1 polegada= 2,5 centímetros.

Outro detalhe que lí muito por aí é que a tensão do ponto tem de ser mais firme que para blusas e casacos.

Depois dessas barbadas, como costumamos falar aqui no Sul, é só começar a tua meia, escolher um ponto bem legal para a parte superior do pé e para o cano e tricotar muuuito!!!

Abaixo seguem as fotos do primeiro par que fiz, elas são tão gostosas de tricotar que já estou no terceiro par, e certamente não vou parar tão cedo.

Começo da meia, dessa vez com as indicações do vídeo que citei acima

Detalhe das diminuições

Ponta do pé pronta

Calcanhar

Prontinha!

Detalhe do ponto que criei

Mais de perto


Bem, por hoje é só, até a próxima.




18 de abr de 2013

Meias na agulha circular (uma de cada vez)

Olá pessoal,

Ando me aventurando nas diferentes formas de produzir meias com agulhas circulares. Já ví vários vídeos, lí sobre diversas técnicas e fiz alguns testes.

Abaixo segue o primeiro deles, em uma das maneiras mais simples, rápidas e práticas que encontrei.

A receita que a Kelly criou é para se fazer com agulhas retas (bom método para iniciantes).
Fiz em agulhas circulares, estou me deliciando com as magníficas intercambiáveis quadradas da KnitPro (mas isso é assunto pra uma postagem especial).

Tricotei uma meia por vez. No próximo modelo farei as duas simultaneamente.

A receita tirei daqui, obrigada Kelly por compartilhar a tua receita conosco.

E aí estão as fotos:

Cano começado, agulhas lindas!

Em andamento

Meu modelo preferido com as meias dele



Detalhe do calcanhar, ficou furadinho
Vale ressaltar que meus pontos ficam diferentes da maioria das pessoas, pois na verdade eu tricoto o meia e o tricô torcidos, aprendi assim e ninguém percebeu até ser tarde demais (13 anos depois!!!). Agora imaginem, tricoto desde os 6 anos de idade, como modificar a forma de trabalhar depois de tanto tempo? Até tentei, mas não dá, será assim pra sempre.

Então torço e distorço o ponto (pois faço torcido de ambos os lados) e na maior parte do tempo isso só causa um efeito "itálico", mas quando se trata de diminuições por exemplo, tenho que adaptar a "pegada" para não ficarem furos ou torções indesejadas. Digo tudo isso pra esclarecer que essa receita pode não ficar com furinhos pra todos, é possível que seja um efeito da minha forma de trabalhar, e não da técnica em sí. É valido testá-la pra tirar essa dúvida.

Bem pessoal, por hoje é só.

Até logo,

Sí Puyo

13 de abr de 2013

Cara nova

        Olá pessoal!


Como vocês podem perceber, o blog foi zerado, tudo novo pra receber a arte que minha querida amiga Lidiane criou, e não foi só o layout do blog, ela é responsável pela criação da marca, banners para as lojas virtuais, além das etiquetas de roupas e cartões de visita, todas essas artes podem ser visualizadas aqui.

Portanto, nada mais justo do que renovar este espaço, afinal, não basta ter só cara nova, é preciso um conteúdo atual e útil. Esta é a proposta atual do blog, mostrar o que ando produzindo e ajudar no que for possível no quesito tricô.

Quem já acompanhava o blog sabe que estou sempre fazendo diversos trabalhos ao mesmo tempo. Hoje vou falar sobre um deles: Meias.

Em meados de 2010 fiz o primeiro par, utilizei 5 agulhas e não lembro qual receita segui, porém achei meio sem graça, queria algo mais colorido.

Então o segundo par ficou assim:



Não contente, fiz um terceiro par, esse sim me agradou:





Adorei esse modelo, no entanto achei pouco prático trabalhar com 5 agulhas.

Agora estou testando algumas receitas com agulha circular, na próxima postagem mostro os resultados.

Por hoje é só, bom final de semana e bons tricôs pra vocês!
Lidy, obrigada amiga, te adoro!


Até breve,

Sí